quarta-feira, 16 de junho de 2010

Versão 09.06.2010 de 26.10.2008



De repente uma claridade instaurou-se sobre minhas ideias.
E vi o que estava escondido.
Vi o que era difícil, doído.
De repente cansei de resistir e tudo se mostrou mais nítido.
E vi o que menti pra mim.
Vi que retomei o caminho.
De repente entendi das coisas com serenidade.
E vi o que já percorri.
Vi quem levo comigo.

* Imagem de arquivo pessoal.

3 comentários:

Brilho da Lua disse...

*Que bom que seu partido é o dialogo, e olha que isso fazemos bem, notório pelos nossos imensos textos.

*Bem de que homem e mulher estamos falando, de certo não sei, acho apenas que utilizamos exemplos generalizados, talvez.

*Confesso que essa exposição toda, de idéias, conhecimentos aqui, outrora ali, via virtual tornou-se excessivamente instigante pra mim, também.

*Você esta certíssimo em P.S(I), falar bem, fazer o uso correto de algumas palavras é apenas uma de muitas possibilidades. E é verdade muitas mulheres tem sua libido desperta de outras formas, pequei por tentar descrever o que penso e acabei generalizando. Não foi bobagem, usei a terceira pessoa como subterfúgio, quando o ideal fosse ter conjugado os verbos na primeira pessoa.

*O mar é no Rio de Janeiro (Barra).

Beijinhos
Aryane Pinheiro.:
(Brilho da Lua)

Brilho da Lua disse...

POST

Parece muito íntimo assumir que cansou de resistir, e perceber que mentiu pra si mesmo todo o tempo.
Mas também é tão excitante ver o que esta escondido, ver o difícil e acreditar que é possível.

Beijinhos
e luz no seu caminho a percorrer, e reflexão no já percorrido.

Aryane Pinheiro.:
(brilho da lua)

Ana Agarriberri disse...

Que lindo.

É tão bom quando a gente cosegue pesar o que levou e ver o que segue conosco. E o caminho que percorremos até chegar onde estamos.

P.S.: Espero que você se Molhe sempre! E em mim, sempre existam reticências.

Beeejo pra vc, :)