domingo, 26 de dezembro de 2010

24.12.2009

O amor está sempre por perto, nós que só o procuramos fora da gente!

Apesar de Você...*

CENA IV – A DESPEDIDA

(No Campus da Universidade).

GLÓRIA: O jornal da faculdade, eu li.
ERNESTO: Quem não leu?
GLÓRIA: Você está de parabéns!
ERNESTO: Como sabe que fui eu?
GLÓRIA: Quem não sabe?! (Pausa.) Vão descobrir suas atividades. Você usou o mimeógrafo sem permissão. Você pode ser preso!
ERNESTO: Estou sendo vigiado desde o almoço.
GLÓRIA: Quê?!
ERNESTO: Eu não vou parar!
GLÓRIA: Ernesto, até o Jango fugiu!
ERNESTO: Você não entende. Nunca entendeu!
GLÓRIA: Eu entendo! Eu sei que não passa de um grande sonho!
ERNESTO: Eu posso tentar?!
GLÓRIA: Para quê? Até os partidos políticos foram extintos, você viu! Já é o segundo ato institucional!
ERNESTO: Se a gente ficar calado, virão outros!
GLÓRIA: Virão de qualquer jeito, enquanto dezenas de pessoas desaparecem todos os dias… Já perdemos amigos… Falam em tortura…
ERNESTO: Entenda, não dá para voltar atrás!
GLÓRIA: Tudo em nome desse radicalismo!
ERNESTO: Você chama de radicalismo?
GLÓRIA: É tão difícil querer o que todo mundo quer? É tão simples… Você se forma, a gente casa…
ERNESTO: E vamos viver felizes para sempre!
GLÓRIA: E por que não?
ERNESTO: E como pode ser tão acomodada?
GLÓRIA: Por que pensa em todo mundo menos em mim?
ERNESTO: Glória, cai na real! Tem gente morrendo!
GLÓRIA: Eu não tenho culpa disso!
ERNESTO: Eu não posso!
GLÓRIA: Você não quer. Nunca quis!
ERNESTO: Não é verdade…
GLÓRIA: Eu sempre quis sozinha, Ernesto! Sempre os seus sonhos! E os meus?!
ERNESTO: Hoje à noite…
GLÓRIA: Eu não quero ouvir!
ERNESTO: Você sabe onde me encontrar!
GLÓRIA: Já disse que não quero ouvir!
ERNESTO: Já está tudo planejado e quando anoitecer…
GLÓRIA: Não!
ERNESTO: Essa manifestação vai dar certo, todo mundo sabe o que fazer! Conseguimos as armas…
GLÓRIA: Armas?! Contra o exército?!
ERNESTO: Glória, a gente tem que tentar!
GLÓRIA: Não, não tem! Você não vai voltar!
ERNESTO: Talvez… Eu quero te ver antes de ir.
GLÓRIA: Eu não vou!
ERNESTO: Glória…
GLÓRIA: Você vai perder sua família, a faculdade, sua liberdade, seus amigos, o emprego, a juventude, seu futuro… Você vai me perder!
ERNESTO: Eu vou! 

* 2003.  Escrito em parceria com A. Danyelli.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Uma mistura dos últimos dias com hoje*

No convívio entre as pessoas que se querem bem, infelizmente, também há dor, mas é porque não somos perfeitos e muitas vezes, apesar de todo desejo em ver o outro feliz, tomamos atitudes egoístas e impensadas... Saiba que antes de acertá-lo em cheio e te ver voltar pra casa com o coração espatifado, eu espatifei o meu também. A cada hora antes dessa, lasquei meu peito com dúvidas até lapidar essa certeza de que não quero mais.
A dimensão do que sentimos agora é incalculável, mas já entendi que mais cedo ou mais tarde se torna divisível; e tudo o que chorarmos hoje saberemos converter em sorrisos amanhã... Ou depois de amanhã... Os mais sensíveis se utilizam desses contratempos para aprender sobre relações, exercitando a paciência, o perdão e o diálogo; já os mais mesquinhos, juntam mágoas. A opção é individual e decisiva para o futuro desses seres. Acredito que estamos entre os primeiros e isso me tranquiliza e alimenta em meu pensamento a projeção de um caminho mais feliz, para ambos. Que assim seja. Amém.

* 18, 20 e 22.12.2010.

domingo, 19 de dezembro de 2010

18.09.2010

Tão um.
Tão nu.
Tão perdido.
Tão encolhido...
Em seu esconderijo.
Tão nada.
Tão sujo.
Tão isolado.
Tão corrompido...
Em suas decisões.
Tão seco.
Tão tolo.
Tão ardido.
Tão repartido...
Em sua solidão.

domingo, 12 de dezembro de 2010

25.05.2010

Tem palavra que fica muda diante do que a gente sente.

Selos - o retorno!

Agora são dois de uma só vez, minha gente... 


Os dois foram indicados pela Ana Agarriberri, lá do Molhe-se. Muito obrigado, Ana, pela lembrança, pelo carinho e pelo incentivo!!! Feliz!

Ambos os selos tem uma mesma regra que eu confesso não vou cumprir, porque minha vida social bloguiana não é o que pode se chamar de efervescente e os blogs que eu indicaria acabaram de receber de mim um outro selo; alguns desses blogs inclusive estão até paradinhos - o que me preocupa, porque são espaços que gosto muito de visitar. Bom, mas para não passar por negligente cairei na repetição e indicarei todos os blogs listados aí do lado direito, na lista de "Outras Reticências...", porque são descobertas valiosas para mim nesse mundo bloguiano e que se tornaram muito especiais da melhor forma possível: imperceptivelmente, organicamente. 

Ah existe uma outra regra - do segundo blog - que é partilhar 7 coisas sobre mim. Essa já é mais fácil. Então lá vai:
  1. Eu prefiro calor do que frio.
  2. Eu odeio atum.
  3. Quero aprender a cozinhar.
  4. Adoro ir à praia com os amigos.
  5. Sou canhoto.
  6. Sou muito curioso.
  7. Consigo digitar usando os 10 dedos.
Pronto. Acho que é isso... Abração para todo mundo!

...

domingo, 5 de dezembro de 2010

29.11.2010

Não quero mais me prender ao que é morno, cansei dessa vida ao banho-maria. Quero ferver em tudo o que faço e congelar apenas na hora de dormir eternamente. Quero ser verão os 365 dias do ano.



* Imagem de arquivo pessoal. Por J. Schutze (Oficina Despacho).


(No verão fico assim, destemido e ousado. Deve ser o calor. Que eu adoro inclusive, muito mais que o inverno, ao contrário de anos passados, quando a chuva me fazia feliz. Feliz nada. Quando chovia eu ficava melancólico, cabisbaixo... E por alguma razão eu acreditava que aquela era a única sensação que cabia a mim; como todo adolescente que sofre por amor como se amor matasse. E como se fosse privilégio particular sentir tal melancolia. Mas voltando ao verão, é nele que enlouqueço e me tomo de uma coragem e gosto pela vida tanto que até me desconheço. Falando assim me sinto um tanto ridículo, por que não é justamente no verão - ou seria na primavera? - que essa euforia domina os animais? Contudo vem o outono em seguida, para frear meus impulsos e suspender meus domingos de praia) - 14 e 15/06/2011.

Selo



Eu recebi esse Selo já faz um tempo, não esqueci de postá-lo, só havia planejado postar outros textos antes... E agora sim é a vez de agradecer por ele.

Quem me passou esse post com todo carinho foi a Cris do Meu Olhar Caleidoscopio e eu gostaria de presentear dois espaços bastante queridos. São eles:


Sendo assim, sintam-se abraçados!!
Um ótimo domingo e uma feliz semana para todos e todas!!