domingo, 27 de novembro de 2011

16.06.2011

Meu verbo é como cachaça: eu colho as palavras aqui dentro, para moer seus sentidos. Depois fermento em oração a dor ou alegria do momento, destilo no papel e deixo amarelar. Passado o tempo, leio com calma, degustando cada palavra, lembrando... Se der ressaca, não presta!

Série "Ó Céus!" - 8/8*

Imagem de arquivo pessoal. Maceió/AL.
 
* Maio/2011.

domingo, 13 de novembro de 2011

24.09.2011

Pisando firme os pés no chão ceguei com a poeira de dúvidas levantadas. E tropecei nos escombros de certezas inabaláveis.

Série "Ó Céus!" - 7/8*

Imagem de arquivo pessoal. Porto de Maceió/AL




* Maio/2010.

domingo, 6 de novembro de 2011

Versão 06.11.2011 de 17.10.2011

Os riscos tem assombrado apenas na medida exata de gerar confiança para um passo à frente mais firme.


(Os riscos tem assombrado desmedidamente, tanto quanto podem, tanto que a confiança tem se mantido sempre firme... Logo atrás de mim, como quem diz "vá indo que eu espero aqui!") - 26.03.2014.

Série "Ó Céus!" - 6/8*

Imagem de arquivo pessoal. Maceió/AL.


  * Março/2010.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Série "Ó Céus!" - 5/8*

Imagem de arquivo pessoal. Maceió/AL


 * Janeiro/2007.