domingo, 29 de janeiro de 2012

Fora da estação*

Não há mais nada tão antigo que eu já não tenha dito.
Papel em branco, amarelo o sorriso.
Melhor esperar.
Talvez ler um livro.
Melhor calar, guardar esse grito.
Não sou árvore de palavras
e se fosse, essa definitivamente não seria a estação.
Invernou aqui dentro, embora verão.
Letras congeladas, espatifadas no jardim.
Melhor calar, guardar-me de mim.
Esgotou prosa, acabou poesia.
Melhor hibernar...
Talvez eu volte outro dia.

* 11, 22 e 29.01.2012.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Versão 29.01.2010 de um dia em 1997

O vazio me domina agora.
Vejo hoje o que não via antes.
A alegria já não é a mesma.
Qualquer sorriso que dou agora
é a lágrima de logo à noite.
Uma lágrima de saudade.
Um passo em falso
em plena felicidade.

Conceição dos Gatos


* Chapada Diamantina (BA). Janeiro 2012. Imagem de Galinha de Capoeira.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Purificação


* Chapada Diamantina (BA). Dezembro 2011. Imagem de Galinha de Capoeira.

Versão 18.01.2012 de 26.12.2009

O fim passou a ser um começo.
Um novo sabor foi descoberto.
E com o paladar assim
mais apurado,
seu apetite duplicou.
Queria mais,
mas não qualquer coisa.
Queria amor.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Fumaça


* Chapada Diamantina (BA). Dezembro 2011. Imagem de Galinha de Capoeira.

Versão 15.01.2012 de 28.09.2010

Será que antes de dormir ainda haveria o que escrever? Uma frasezinha apenas? Alguma palavra solta? Tanta coisa acontecendo e nada a dizer! O sono trocado e os sonhos confusos. A urgência de mais um dia prestes a raiar. O que fazer com tudo isso? O que de fato me pertence? Uma frasezinha apenas? Uma palavra solta... Nada!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

27.02.2011

Me deu uma tristeza agora. Dessas que ninguém espera, uma mistura de saudade com vazio. Dessas que não se sabe o nome exato. Me deu uma coisa solta aqui dentro, sacudindo entre o peito e o coração. Me deu vontade de algo gostoso que não se conhece, de algo bom desconhecido.


(Vontades sem nome, tristezas sem causa, angústias infundadas. Como lidar?!) - 11.11.2012

domingo, 8 de janeiro de 2012

06.01.2012

Os outros são sempre uma surpresa iminente.


(Mesmo o generoso exercício de se colocar no lugar do outro não reduz as chances de sermos assaltados pelo imprevisível) - 30.09.2012