domingo, 15 de janeiro de 2012

Versão 15.01.2012 de 28.09.2010

Será que antes de dormir ainda haveria o que escrever? Uma frasezinha apenas? Alguma palavra solta? Tanta coisa acontecendo e nada a dizer! O sono trocado e os sonhos confusos. A urgência de mais um dia prestes a raiar. O que fazer com tudo isso? O que de fato me pertence? Uma frasezinha apenas? Uma palavra solta... Nada!

Um comentário:

Parole disse...

Achei genial!


Beijinhos.