domingo, 4 de março de 2012

Série Amor de Circo* - 1/7

O espetáculo teve início no instante preciso em que as cortinas dos meus olhos foram suspensas para te ver entrar. A alegria tomou conta da cena naquela festa entediada. Você sorriu e o que era um palco em blackout iluminou-se revelando um cenário colorido e dinâmico. Respeitável público, com vocês o mais belo sorriso da terra!!! Não entre na jaula sem chicote que esse leão não tem nada de domado, me avisaram. Mas o som estava alto demais para me dar conta do perigo eminente. Dançamos graciosamente como um balé aéreo sem risco de desabar. E dormimos abraçados tão colados que o equilíbrio de um dependia do outro. Estava resolvido, vou fugir com o circo.

* Título provisório (trecho escrito em 04.09.2011 e 07.01.2012).

3 comentários:

Parole disse...

Que bom que voltou das férias, querido e voltou cheio de cores.

Quando um sorriso nos cega não há avisos que nos façam ver os perigos.

Bela metáfora.Fico no aguardo da continuação...

Beijinho.

João Krustin Guimarães disse...

Ficou lindo o layout.
e não esquece de ver os "projetos novos":

http://salvadordesuicidas.blogspot.com/

http://mensageirosdosubsolo.blogspot.com/


Onde paramos a nossa troca de correspondências? estava ficando legal... Mande mais. Se não quiser mandar pro blog por comentário, manda pro e-mail que você tem (se não tiver, tem na parte de "contato" do blog)

Tchau:)

Gracita disse...

Estava com saudades...
Que que voltou. O layout ficou lindo.
Adorei saborear os textos... são encantadores.
Abraços carinhosos,
Gracita