quarta-feira, 4 de julho de 2012

14.01.2012

Você nessa de lágrima
E eu achando é graça
Você nessa desgraça
E eu por nada entro na briga

Você não para de chorar
E eu não canso de piada
Você diz alegria não é da nada
E eu me acabando de sambar

Vem pra cá deixa de dengo
Saí daí desse buraco
Tão bom viver de aconchego
Tá ruim muda de lado

Nenhum comentário: