domingo, 5 de agosto de 2012

24.09.2010

Ele não amava.
Não se importava.
Não fazia questão.
Ninguém suspeitava.

Nenhum comentário: