domingo, 9 de setembro de 2012

06.08.2012

Eu acordei profético
Patético. É o fim.
Acordei mais cedo
Fora de órbita
Longe de mim.
Sonhei com a culpa
Levantei sem palavras
Engoli seco
Acordei de ressaca

Um comentário:

João disse...

Típica manhã sua, imagino. Minha também. Isso é o que dá passar a noite transitando entre os downloads e os sentimentos...