domingo, 6 de janeiro de 2013

Primeiro trecho de 11.12.2011

O caldo engrossou, desandou a mexida e toda a sobremesa talhou com o excesso de palavras amargas acumuladas. Vida não tem receita, a gente acerta errando, a gente pensa que aprende e erra de novo, a gente culpa o outro, a gente acredita nas mentiras que contamos para nós mesmos. A vida não tem volta, mas todo dia é nova partida e mesmo se tomar cuidado com os passos, tropeça-se ainda assim. Sempre se tropeça inclusive no acerto, porque o que é doce para um pro outro é azedo.

Nenhum comentário: