quarta-feira, 20 de março de 2013

18.03.2013

Não é apenas
saudade
é muito medo
de nunca saber
como, por que.
Em um ano
isso mudou tão pouco
e toda noite pergunto
por você.
Quando não,
no amanhecer.
É tanto desejo
de te ver novamente;
que quando sonho,
esqueço: o tempo
só anda pra frente.

Um comentário:

João disse...

A gente é que vive andando pra trás, querido.