domingo, 10 de março de 2013

Trecho de 12.12.1998

Ninguém entende.
Ninguém vê o que não mostro.
Mas é visível. Eu olho.

2 comentários:

Gracita disse...

Olá meu amigo!
Só enxergamos o que está no exterior. Os sentimentos nos são imperceptíveis. Hoje venho te fazer um pedido. Eu estou participando da 2ª gincana no blog Ô Trocyn Bão”com o poema “Mulher... Obra perfeita” . Venho pedir o teu voto. Acesse o link http://www.riosul2012.com/2013/03/sou-mulher-gracita.html e leia o poema. Se achar que mereço vote em “Gracita” na lateral esquerda do blog. Grata pela atenção e carinho que sempre demonstra por mim.
Beijinhos com ternura
Gracita

João disse...

É uma estante no sótão imaginário, meu velho.