quarta-feira, 15 de maio de 2013

06.04.2012

Eu não espero mágica, mas creio no mistério
Eu ando tão sério
Eu tropeço no ar, mas suspendo a queda
Eu ando tão depressa
Eu quase corro para não me verem passar
Eu só queria me esbarrar
em você.

Nenhum comentário: