domingo, 19 de maio de 2013

20.05.2012

Eu não sei ir só, embora seja na solidão que me assumo. Eu nem sequer sei do que falo, pois não consigo discernir o que vejo entre o que é e o que aparenta.

Um comentário:

Gracita disse...

Boa tarde meu amigo!
Ninguém pode ser feliz na solidão. O encanto da vida se encontra na comunhão de almas.
Um excelente domingo
Um afetuoso abraço
Gracita