domingo, 28 de julho de 2013

28.06.2012

É saudade, quem saberá? Tantos pensamentos distantes, amarelados, tantas imagens borradas... Há um sorriso escondido no passado, gargalhadas, olhares... Tem solidão também, alguém diz?! Pudera olhar e dar conta do que não é visível... O café, a faxina, o cansaço, as mensagens, os telefonemas... Cadê todo mundo? Tá no meio do mundo, e aqui no meio, vazio.

Nenhum comentário: