quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Série O dia de hoje, a hora de agora - 8/8*

Nesse instante
não consigo
dizer
a que meus hiatos
estão ligados;
revelam-se vagos,
apontando dispersos
para todo espaço
como extremidades
longínquas
de pontes
cobertas por
densa neblina.


* 28.08.2013, às 19:15.

2 comentários:

Gracita disse...

Em que profundidade você buscou estes versos tão inspirados? Lindo demais!!
Uma noite abençoada com sonhos bem próximos e passíveis de realização
Um carinhoso abraço

Luciana disse...

Quanto tempo ... haha lembro de quando nos tracavamos comentários direto... hhha. Você nunca mais apareceu, confesso eu também sumi, mas vamos fazer um trato de voltar a trocar leituras, HAHAHA .
Sobre o texto, sem palavras né? Você como sempre, super profundo e direto.. o que encanta!
Até mais, e não suma.