quarta-feira, 16 de outubro de 2013

11.08.2013

No meu corpo,
pouco desejo
não tem espaço.
Devoro guloso
os seus abraços,
mastigo seus beijos,
alucinado e
deito pleno
sobre nós dois,
já alimentando
desejo para depois.

Nenhum comentário: