quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Trecho de 26.11.2011*

Nossa, como eu só tão enrolado pra te responder uma só pergunta. É pra você ter noção da complexidade de te dar essa resposta! Te amo hoje porque hoje nunca acaba, embora os dias escureçam e voltem a clarear. Esse "não" definitivamente não é uma despedida, pois sua presença em minha vida é inestimável e necessária. Não penso em sumir nem desfazer contato, ao contrário, fortalecê-lo sempre mais, para garantir as próximas vidas com o que essa nos trouxe de melhor, o amor! Te agradeço por pensar em mim e querer o melhor, por saber que a vida é tão difícil e que talvez eu tão solto possa me perder na correnteza. Obrigado por me lançar essa bóia e me perdoe se eu prefiro ficar na água aprendendo a nadar! Queria tanto um abraço teu, meu amigo, que meu olho chega a molhar.


* Para M.H.R.

Nenhum comentário: