domingo, 5 de janeiro de 2014

03.05.2013

Sua mão seguiu
sobre minha
cintura
Apertou dura
a minha carne
marcando nela
os dedos quentes
Não demorou e
logo percebi que
de cócegas
você não entende

Um comentário:

Pérola disse...

Pode não entender de cócegas, mas será entendido/a noutra matéria, certamente.

Beijinhos