domingo, 18 de maio de 2014

18.05.2014

Lavei pai de perna bamba
respiração ofegante
e corpo fraco
pensando em como
não pensar que não há
outro jeito,
que o nosso defeito
sempre há de nos acompanhar.
Estou todo molhado

Nenhum comentário: