domingo, 8 de junho de 2014

03.05.2013

A cabeça de um
pendeu sobre o
peito do outro
O travesseiro de
carne bateu
suave na porta
do sono
enquanto se
cobria com o
braço de um
o corpo
desacordado
do outro

Um comentário:

Gyzelle Góes disse...

Fez dos braços do amado seu leito divino