quarta-feira, 16 de julho de 2014

29.04.2014

O que posso dizer dos outros
se até o que sei de mim esqueço.
Se não me reconheço
em menos de um breve silêncio,
quem sou eu para saber de quem não vejo.

Nenhum comentário: