domingo, 14 de setembro de 2014

26.07.2014

Tem coisas que são ditas ou feitas e assim que acontecem mudam tudo, numa só tacada. Tem coisas que mudam o resto sem pressa, quase como se não quisessem que tudo saia do lugar. Mas sai. As coisas são ditas e feitas a todo instante e se não rompem a represa de uma vez o fazem gradativamente até ver a água correr sem empecilho. Doerá mais cedo ou mais tarde. E seja eu ou você, nos magoaremos, nos alegraremos, nos separaremos de nós apesar de inseparáveis. Diga-me com cuidado. Ouça-me com atenção. Seja como for, nesse trânsito nem sempre seremos capazes de desviar dos buracos, dos obstáculos. Haverá vezes em que seremos nós mesmos essa estrada esburacada, mal sinalizada, carente de reparos. Haverá vezes em que caminhando até você ou você até mim, desviaremos sem perceber que o combustível não é suficiente para retornar. 

Nenhum comentário: