quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Versão 03.09.2014 do trecho central de 27.07.2008

Falo dos dias, das horas, de todos os momentos em que me dediquei (em vão) ao desconhecido, na tola crença de (sempre à minha espera) um dia sabê-lo; mas que mesmo assim (nunca encontrado), não me doeram (tanto) nem me levaram nada que me custe (muito).

Nenhum comentário: