quarta-feira, 1 de abril de 2015

01.04.2015

Se eu te digo,
é mentira.
Mas quando você fala,
você grita.
Assombra a calma
Arromba o peito
Afronta o respeito
que se desfaz
em equivocados sustenidos.

Nenhum comentário: