quarta-feira, 3 de junho de 2015

03.06.2015

Fechar os olhos,
no desespero,
é apenas declarar
o ingênuo desejo
de ausentar-se do corpo
sem sair do lugar.

Um comentário:

Ricardo Monteiro disse...

Cara, isso foi lindo demais.
Incrível.

Boa noite, bjo.