quarta-feira, 24 de junho de 2015

Pedaços de 11.04.2014

Sei que a responsabilidade não é exclusivamente sua, mas é justamente a sua parcela que tem mais me ferido, me entristecido (...).
Escrevo na tentativa de dissipar essa angústia, compreendê-la e por fim optar por uma postura menos agressiva, egoísta e injusta. Escrevo porque se falo, quando falo, perco a noção de espaço e tropeço e na raiva pela topada taco a pedra na sua direção. Escrevo porque no papel pensamento ganha dimensão e eu consigo ver com mais facilidade à imprecisão das palavras frente às nossas necessidades.

Nenhum comentário: