domingo, 23 de agosto de 2015

Capaz*

É de desejo inventado
os olhos que te miram
rapaz
É de pressa fingida
as pernas que te escapam
capaz
de tropeçarem no imprevisto
dessa invenção:
tornar-se genuína
paixão.


* 23.08.2015.

Nenhum comentário: