domingo, 6 de dezembro de 2015

06.12.2015

A luz amarela da luminária veste o quarto de pôr do sol em eterna suspensão, enquanto aqueles dois anoitecem no horizonte da cama entre os montes de livros e os estreitos cânions quentes e úmidos que separam seus corpos. Afetos mudarão a paisagem até amanhecer.

Nenhum comentário: